http://4.bp.blogspot.com/_14vrv7ni7HM/TLYyK0PS85I/AAAAAAAABU8/h4xBT0R8kQU/s1600/20101013225550_D0064009.jpg

 

CONSERVAR O DEPÓSITO DA FÉ

 [ EN  - ES  - FR  - IT  - LA  - PT ]

CARTA ENCÍCLICA
PASCENDI DOMINICI GREGIS
DO SUMO PONTÍFICE
PIO XAOS PATRIARCAS, PRIMAZES,
ARCEBISPOS, BISPOS
E OUTROS ORDINÁRIOS EM PAZ
E COMUNHÃO COM A SÉ APOSTÓLICA
SOBRE
AS DOUTRINAS MODERNISTAS

Veneráveis Irmãos,
saúde e bênção apostólica
INTRODUÇÃO
A missão, que nos foi divinamente confiada, de apascentar o rebanho do Senhor, entre os principais deveres impostos por Cristo, conta o de guardar com todo o desvelo o depósito da fé transmitida aos Santos, repudiando as profanas novidades de palavras e as oposições de uma ciência enganadora. E, na verdade, esta providência do Supremo Pastor foi em todo o tempo necessária à Igreja Católica; porquanto, devido ao inimigo do gênero humano nunca faltaram homens de perverso dizer (At 20,30), vaníloquos e sedutores (Tit 1,10), que caídos eles em erro arrastam os mais ao erro (2 Tim 3,13). Contudo, há mister confessar que nestes últimos tempos cresceu sobremaneira o número dos inimigos da Cruz de Cristo, os quais, com artifícios de todo ardilosos, se esforçam por baldar a virtude vivificante da Igreja e solapar pelos alicerces, se dado lhes fosse, o mesmo reino de Jesus Cristo. Por isto já não Nos é lícito calar para não parecer faltarmos ao Nosso santíssimo dever, e para que se Nos não acuse de descuido de nossa obrigação, a benignidade de que, na esperança de melhores disposições, até agora usamos.
E o que exige que sem demora falemos, é antes de tudo que os fautores do êrro já não devem ser procurados entre inimigos declarados; mas, o que é muito para sentir e recear, se ocultam no próprio seio da Igreja, tornando-se destarte tanto mais nocivos quanto menos percebidos.  LER...
 [ EN  - ES  - FR  - IT  - LA  - PT ]

CARTA ENCÍCLICA
PASCENDI DOMINICI GREGIS
DO SUMO PONTÍFICE
PIO XAOS PATRIARCAS, PRIMAZES,
ARCEBISPOS, BISPOS
E OUTROS ORDINÁRIOS EM PAZ
E COMUNHÃO COM A SÉ APOSTÓLICA
SOBRE
AS DOUTRINAS MODERNISTAS

Veneráveis Irmãos,
saúde e bênção apostólica
INTRODUÇÃO
A missão, que nos foi divinamente confiada, de apascentar o rebanho do Senhor, entre os principais deveres impostos por Cristo, conta o de guardar com todo o desvelo o depósito da fé transmitida aos Santos, repudiando as profanas novidades de palavras e as oposições de uma ciência enganadora. E, na verdade, esta providência do Supremo Pastor foi em todo o tempo necessária à Igreja Católica; porquanto, devido ao inimigo do gênero humano nunca faltaram homens de perverso dizer (At 20,30), vaníloquos e sedutores (Tit 1,10), que caídos eles em erro arrastam os mais ao erro (2 Tim 3,13). Contudo, há mister confessar que nestes últimos tempos cresceu sobremaneira o número dos inimigos da Cruz de Cristo, os quais, com artifícios de todo ardilosos, se esforçam por baldar a virtude vivificante da Igreja e solapar pelos alicerces, se dado lhes fosse, o mesmo reino de Jesus Cristo. Por isto já não Nos é lícito calar para não parecer faltarmos ao Nosso santíssimo dever, e para que se Nos não acuse de descuido de nossa obrigação, a benignidade de que, na esperança de melhores disposições, até agora usamos.
E o que exige que sem demora falemos, é antes de tudo que os fautores do êrro já não devem ser procurados entre inimigos declarados; mas, o que é muito para sentir e recear, se ocultam no próprio seio da Igreja, tornando-se destarte tanto mais nocivos quanto menos percebidos.  LER...

Arquivo do blog

domingo, 30 de novembro de 2008


as Laudes e Vésperas foram sempre cantadas em latim segundo o Breviarum Romanum de 1962

Os sacerdotes participantes nas Jornadas rezam juntos Laudes e Vésperas segundo o Breviário tradicional de 1962


Missa celebrada pelo Padre Gabriel Diaz Patri na Capela da Irmãs Missionárias da Fraternidade de Cristo Sacerdote. O Padre Gabriel foi o principal conferencista das Jornadas sobre Liturgia Tradicional que decorreram no Mosteiro das beneditinas em Cunctis-Pontevedra .Este foi o primeiro dia das Jornadas. O paramento usado pelo Padre Gabriel foi confeccionado pelas Irmãs Missionárias da Fraternidade de Cristo Sacerdote que se dedicam ao apostolado de confeccionar vestes litúrgicas para o uso tradicional da Liturgia.


Alguns dos sacerdotes participantes nas Jornadas antes do começo da Missa

Missa Solene Cantada na Igreja do Mosteiro das Irmãs Clarissas em Pontevedra ,no segundo dia das Jornadas de Liturgia Tradicional que decorreram de 24 a 28 de novembro em Cunctis-Pontevedra.A Igreja do mosteiro encheu completamente de fiéis que com fé e devoção participaram na Santa Missa.

Confiteor do sacerdote celebrante

Incensação do Sacerdote celebrante

Proclamação cantada do Evangelho

Incensação do altar

Elevação da Hóstia para adoração

Elevação do Cálice

Padre Stefano do Instituo do Bom Pastor, neo-sacerdote, no final da missa dá as mãos a beijar aos fiéis

sábado, 29 de novembro de 2008


Entre a assembleia de fiéis vê-se em primeiro plano as Irmãs Missionárias da Fraternidade

A Missa solene de Requien foi muito concorrida pelo povo e muitos se aproximaram com fervor da santa Comunhão
Os fiéis da Paróquia de Briallos onde se realizaram parte das missas das Jornadas brindaram no fim os participantes com um convívio-lanche onde não faltou a boa disposição e entusiasmo de todos pela Missa Tridentina.

Foto de grupo que participou nas Jornadas

Missa solene cantada com a qual se concluiram as Jornadas de Formação Litúrgica de 24 a 28 de Novembro em Cunctis -Pontevedra promovidas pela Fraternidade de Cristo Sacerdote e Maria Rainha

Incensação do altar

Proclamação da Epístola

Sacerdotes participantam com atenção na Santa Missa